http://blogueirashame.com.br

Como lidar?


Uma cena dessas no Japão a gente até acha normal porque lá É normal. Mas você está passeando no parque e de repente se depara com essas duas meninas. Elas são Lolitas, as que se vestem como bonecas.
Uma dessas da foto eu sei que se veste assim o tempo todo. Olhando o blog delas, você vê que elas só pensam nisso o tempo todo. Aí eu fico pensando: isso é normal? É saudável? É transtorno de personalidade? Eu sou careta? Cada um faz o que quer da própria vida e ponto final?
Acho isso muito bizarro. Sou preconceituosa?
O que vocês acham disso? Não só de se vestir o tempo todo de boneca, mas só conversar em "bonequês" (tem até o verbo "lolitar"). Quero a opinião das minhas pinketuchas!




ou


22 comentários:

  1. Então... Se vc é preconceituosa... eu tb sou! Pq achei bem estranho... Mas "cada qual com seu cada qual". É a liberdade né? rs.

    ResponderExcluir
  2. A resposta é sim para todas as suas peguntas.

    ResponderExcluir
  3. Eu particularmente não tenho nada contra nem à favor... se elas seguram bem a atenção que consequentemente recebem e se aguentam o calor que devem sentir com esse tipo de roupa no Brasil, ok pra mim. Também não acho que vc possa ser considerada preconceituosa por isso; é só uma questão de costume; como vc mesma disse, no Japão é comum, aqui não é e por isso as pessoas estranham mesmo, como até pouco tempo quem usava cabelo colorido era meio ET aos olhos dos outros e hoje em dia as pessoas tão se acostumando. O que não é normal pra mim é se alguém encarar um visual desse pra se destacar na multidão e depois ficar se angustiando pelos olhares e tratamento diferenciado que recebe. Ah e também não dá pra querer ir a um lugar formal como escola ou trabalho vestida assim né! Mas talvez minha opinião seja essa pelo simples fato de que pra mim as diferenças físicas e visuais não afetam meu mundo; o que costuma me afetar são as falhas de caráter, o resto pra mim é tipo cada macaco no seu galho mesmo... sou bem de boa com as diferenças de cada um.

    ResponderExcluir
  4. E essa q é a brasileira que mora lá tem maior jeito Ariadna de ser... hahaha pelo menos foi o que pensei quando vi a cara dela.

    ResponderExcluir
  5. Eu achei lindo, bem fantasia mesmo pra usar de vez em quando, mas elas parecem bonecas, mas acho normal que cause estranheza.

    ResponderExcluir
  6. Ao menos elas são autênticas, pior é ver esse povo sem criatividade grifado da cabeça aos pés com carinha mais ou menos achando que tá abafando.

    ResponderExcluir
  7. eu sou lolita e adoro lolitar. é tao estranho e satisfatorio pra quem finalmente se sente confiante por pertencer a uma tribo quanto foi ser clubber, gotico ou geek...

    ResponderExcluir
  8. Bom, tem uma blogueira de make que anda postando umas coisas sobre o estilo e achei interessante, (estranho, mais interessante).

    Mais sei lá gente pra que isso, gente que tem mania de achar que tem que se "fantasiar" de algo pra ser alguém ou pra fazer parte de tal grupo é falta de personalidade própria. Quando digo grupos digo "todos" (geral).

    Dizem que querem se diferenciar da maioria, mas se igualam a uma minoria ! ( não dá no mesmo?) afinal cópia é cópia !!!

    A blogueira lolita em questão citou sobre o estilo:

    Quando me sinto mal, as vezes abro o guarda-roupa, tiro meu Wizard Of Oz Aplique Circular JSK e fico olhando para ele, coloco-o para ficar no meu quarto e me sinto melhor. Pode parecer doido, mas as vezes sinto como se esse vestido dos sonhos fosse minha capa de super-herói.

    O estilo me deu coragem de enfrentar situações que não achei que conseguiria; por me sentir tão auto-confiante e verdadeira à quem sou, eu consegui enfrentar medos e receios.


    "" Ah, sei lá gente mais roupa é roupa, isso aí já é uma paranóia, entendo que cada um faz da sua vida o que quiser, mais eu na minha humilde opinião acho isso MUITO ESTRANHO! ""

    Tenho uma dúvida essa modinha tem idade pra acabar ???
    Imagina uma jovem senhora ou uma velhinha se vestindo assim !!! hauhauhah no mínimo BIZARRO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que isso tem muito cara de adolescência, de alguém tentando descobrir quem é e a que "grupo" pertence. Nessa fase, muitas pessoas que não se sentem à vontade nos "grupinhos normais" (sabe-se lá o que é "normal") procura outras formas de se expressar... A questão, creio eu, não é ser original — muito pelo contrário. É se encaixar em um grupo que te faz sentir bem, e se sentir parte desse grupo.

      Acho complicado quando isso se estende para além da adolescência, porque de modo geral, significa que a pessoa ainda não se sente bem na própria pele; ainda precisa de uma defesa, de uma "capa de super herói" (como a "lolita" disse). "Eles não estão rindo de mim; estão rindo das minhas roupas". É muito mais fácil encarar as coisas dessa forma.

      Digo isso como ex-metaleira... Me encaixar em um estereótipo e em um grupo que partilhava de gostos parecidos com os meus (eu realmente curtia um black metal hehe) fez com que eu me sentisse melhor e mais confiante, numa época em que eu era extremamente insegura. Mas fico feliz de não precisar mais disso.

      Excluir
  9. Eu adorei ela, é feminina delicada, escreve bem, sem afetação e não quer me enfiar produtos idiotas que eu não preciso pra nada.

    ResponderExcluir
  10. Eu acho interessante, divertido, aqui no Brasil podia ter um pouco mais disso, as meninas daqui parecem feitas num molde, mesma roupa, sapato e cabelo, é o pior muitas passam pelo que não são, lá elas se vestem como se sentem , como querem se expressar, e até os trinta anos as mulheres se vestem assim, mas se bem que japoneses demoram pra envelhecer.

    ResponderExcluir
  11. Fora que essas gurias adoram cozinhar, escrever, criar suas próprias roupas e acessórios, elas tão sempre praticando a criatividade, é todo um estilo de vida, ao contrário dessas patricinhas pão com ovo que só sabem se copiar entre si.

    ResponderExcluir
  12. Se vestem assim o tempo inteiro? No Japão ok, mas E quando o verão do Brasil chega... como lidar?

    ResponderExcluir
  13. Vontade de aparecer! Falta de criatividade e de personalidade! #preguiçafeelings

    ResponderExcluir
  14. Acho estranho. Mas se formos ver, é como qualquer outro estilo. Se essas meninas se sentem bem assim, qual o problema? e se tu for ver, escrevem muito melhor e são mais educadas que muitas "it" rs

    ResponderExcluir
  15. Ela mora em Santa Catarina e não se veste sempre de manga comprida, tem várias fotos dela de manga curtinha, fora que se a gente for analisar as it girls todas trabalhadas nas pele fake, ela fica fichinha perto dessas huahuahuahua

    ResponderExcluir
  16. Confesso que achei bem, bem estranho. Mas resolvi ler os posts e a garota parece bacana. Além de escrever bem, tem pouquíssimos erros de português (palmas pra ela, tá bem melhor que muitas it blogueiras por aí). Cada louco com a sua mania...

    ResponderExcluir
  17. Bah!! Na sinceridade???
    Andar pela universidade (que o nome diz tudo: comunidade universal) ou pelo shopping é o top do "quero aparecer a todo custo".
    Ela sofre é de uma forma variada da febre que assola as blogueiras de Floripa. Poucas até agora não sucumbiram à este mal!!
    Realmente é melhor ser assim do que ser uma gordeenha "pernocas de fora", ou ser uma senhora muderrrna que não sei como está viva de tanta doença que já teve, ou viver em TV, propaganda etc uó e todo mundo saber que é uma pé rapada, sem um p* no bolso!!
    Mas é mesmo... entre todas esta que desfila pela UFSC assim fantasiada é bem melhor do que todas as outras juntas!! Blogueira de Floripa é sinônimo de "pessoa sem noção". Com raras, poucas e inteligente mulheres como exceção.
    Socorro!!!

    ResponderExcluir
  18. A resposta é sim para todas as suas peguntas [2]

    ResponderExcluir
  19. Dizem que querem se diferenciar da maioria, mas se igualam a uma minoria ! ( não dá no mesmo?) afinal cópia é cópia !!!

    CÓPIA É COPIA !!!

    ResponderExcluir
  20. Eu acho que ela tem todo o direito de usar,eu acho normal porque eu aprecio muito os estilos japoneses,além do que ela não usa o outfit completo como o vestido,ou saia+blusa ,a meia, a anagua que é usada para dar volume na saia e os sapatos caracteristicos todo o dia,há lugares que ela vai com roupas mais "normais" digamos assim.Quem segue o estilo tem que ter muito amor porque uma roupa de marca japonesa original pode chegar a 800 ou a 1000 reais,uma marca falsificada que na maioria das vezes são usadas seria em torno 180 reais por vestido,180 por sapato e ainda tem anagua,meias,blusas.. sendo que dificilmente voce ira coordernar 2 estampas diferentes.É um estilo realmente caro e elas se sentem bem com isso,porque num pais onde popozudas do funk são consideradas normais eu realmente prefiro não ser normal.

    ResponderExcluir
  21. Q meigo, os estudantes estavam encantados...ahammmmm!!!

    ResponderExcluir